POSIÇÕES SEXUAIS PARA ENGRAVIDAR, MITO OU VERDADE?
POSIÇÕES SEXUAIS PARA ENGRAVIDAR, MITO OU VERDADE?

POSIÇÕES SEXUAIS PARA ENGRAVIDAR, MITO OU VERDADE?

Por Juliana Falcão (MBPress)

Será que existe um kama sutra da gravidez?
Quando o sonho de ter um bebê não se concretiza de maneira espontânea, até os casais mais reticentes se rendem às simpatias e fórmulas infalíveis para alcançar o objetivo de aumentar a família.

Dizem até que alguns truques usados na hora do sexo podem viabilizar o tão sonhado encontro bem sucedido entre o espermatozóide e o óvulo. Mas será que eles funcionam mesmo? "Não existe nada cientificamente comprovado, mas são difundidos alguns procedimentos que facilitam para algumas mulheres", diz Dr. Amaury Mendes Jr., ginecologista, sexólogo e secretario-geral da Sociedade Brasileira de Sexualidade.

Uma das dicas do médico é a mulher ficar deitada depois da relação, com um travesseiro erguendo o bumbum, para que os espermatozóides possam descer em direção ao colo do útero. Ter orgasmos também ajuda. "Quando mais a mulher goza mais movimentos contráteis o útero faz, aspirando o esperma para o colo do útero", explica o médico.

Outra prática sugerida pelo Dr. Amaury é o homem gozar bem próximo à entrada do colo do útero, assim, mesmo o esperma consegue vencer toda a lubrificação vaginal e chegar até lá. Na hora de escolher a posição sexual para facilitar o processo, o médico indica: "A posição de quatro encurta a vagina e a entrada do colo do útero fica mais baixa e mais aberta. E se a mulher estiver ovulando, as chances de engravidar aumentam mais ainda", afirma Dr. Amaury.

posições sexuais gravidez
Caso as dicas não sejam suficientes para realizar o sonho da maternidade, Dr. Amaury sugere que o homem faça um espermograma para saber se há algo errado. Assim ele poupa a mulher de certos desgastes. "Quando o casal apresenta dificuldade para engravidar, o homem faz apenas um exame, diferente da mulher, que precisa passar por uma bateria deles para saber se o problema é com ela", diz o ginecologista.

O especialista lembra ainda que o casal precisa encontrar prazer na relação, fazer brincadeiras e ser espontâneo na hora do sexo com objetivo de fecundação, pois é comum que nessas horas que os parceiros tenham relações muito programadas.

"Conheço caso de homens que costumam brochar na hora, por conta da pressão e pela forma como ele é usado pela parceira. É como se o filho passasse a ser mais importante do que a relação em si", critica. "Por isso, é importante lembrar que o casal é protagonista da relação e não coadjuvante da história e saiba aproveitar bem o momento com muito romantismo", lembra o médico.